A presidente Dilma e o presidente da Câmara não se importam com o povo brasileiro

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que a presidente Dilma mentiu em pronunciamento a nação, quando disse que não participou de barganha política.

Cunha afirma que, a presidente fez parte, sim, de uma negociação que prometia votos favoráveis a ele no Conselho de Ética em troca da aprovação da CPMF.

Disse que a barganha foi proposta pelo governo e eu me recusei, e completou o peemedebista. “Eu prefiro, com sinceridade, não ter os votos do PT, e ser julgado pelo resto do colegiado”.

Dilma sobre impeachment, não possuo conta no exterior.

Durante um breve discurso dirigido a nação ontem à noite, a presidente Dilma negou que tivesse autorizado qualquer negociação para impedir a abertura do processo de impeachment contra ela.

“Eu jamais aceitaria ou concordaria com quaisquer tipos de barganha, muito menos aquelas que atentam contra o livre funcionamento das instituições democráticas do meu País, bloqueiam a Justiça ou ofendam os princípios morais e éticos que devem governar a vida pública”, afirmou.

Disse mais “Não paira contra mim nenhuma suspeita de desvio de dinheiro público, não possuo conta no exterior”, afirmou a presidente em uma clara referência às suspeitas que pairam contra o Eduardo Cunha.

E prosseguiu: “Nunca coagi, ou tentei coagir instituições ou pessoas na busca de satisfazer meus interesses. Meu passado e meu presente atestam a minha idoneidade e meu inquestionável compromisso com as leis e com a coisa pública”.

O fato é que ambos não se importam com o destino do Brasil. O país está economicamente arruinado e sem credibilidade com as instituições financeiras internacionais o congresso nacional mergulhado numa crise moral sem limite. E o povo quem se importa?

Faltou a ambos um gesto de grandeza e de dignidade, em vez de escolher o que é melhor prá si ou o que é melhor para o partido, deveriam escolher o que é melhor para o povo brasileiro.

Onde isso vai parar?

Uma coisa é certa, “essa crise é democrática, pois envolveram pobres e ricos, estamos todos dentro desse barco chamado Brasil a deriva num mar de lama”.

%d blogueiros gostam disto: