Kim Jong e a Terceira Guerra Mundial

Até quando esse cara vai brincar de detonar bomba Atômica e o mundo vai ficar aplaudindo?

Kim Jong-um o famigerado ditador da Coreia do norte, assombrou o mundo, nesta manhã de sexta-feira (9), ao detonar a explosão de uma bomba Atômica.

Por não ter o que fazer e o que temer, o caricato ditador da Coreia do norte, celebrou o 68º aniversário de sua jovem nação. Realizando a detonação bem sucedida de uma mega ogiva nuclear.

Esse sucesso permitirá que o pais possa  construir em bem pouco tempo uma série de armas nucleares mais potentes, menores e mais leves que possam ser colocadas em mísseis intercontinentais e assim destruir seus inimigos onde que eles estejam.

O teste foi realizado na base de Punnggye-ri, no nordeste do país, que aliás é a mesma que foi usada nas detonações nucleares de 2006,2009,2013 e de janeiro deste ano.

As principais potências mundiais Estados Unidos, França, Russia, Japão e Inglaterra mais uma vez reagiram de forma enérgica ao ensaio nuclear da Coreia do Norte.

China

A China país vizinho da Coreia do Norte e seu aliado, amigo e protetor fez duras críticas ao regime de Pyongyang. Afirmou que se opõe veemente contra a realização desses testes.

E exigiu que a Coreia do Norte, tome providências para evitar a piora na já conturbada península coreanas e cesse com esses ensaios de testes nucleares.

Assista ao vídeo abaixo:

Estados Unidos

Washington por sua vez, com toda a sua rede de espionagem mundial, apoiada em tecnologia de ponta, tanto no espaço por meios de satélites e por terra por meio de centros de espionagem, tanto a nível humano como alienígena. Não conseguiram antever ao ensaio da explosão da bomba Atômica pela famigerada Coreia do Norte.

A Casa Branca fez um anúncio cauteloso até demais, após o teste com a terrível bomba H, cujo poder de destruição é cinquenta vezes maior que a bomba atômica lançada em Hiroshima e que dizimou milhares de vidas, feriu outras milhares de pessoas e acabou com todos os prédios.

Ressaltou que condena de forma veemente qualquer violação das resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas. “Temos registro de atividade sísmica de 5,3 graus na escala Richter na península da Coreia, nos arredores de conhecidas instalações nucleares norte-coreanas”.

E advertiu para asa graves consequências. “O presidente vai consultar os nossos aliados e parceiros nos próximos dias para garantir que as ações provocadoras da Coreia do Norte sejam respondidas com consequências graves”. Disse o porta-voz Josh Eanest.

Japão

O Japão pediu urgente a convocação do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Sismo na zona de testes

A Organização do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares (CTBTO) informou hoje em Viena de que sua rede de estações de medição detectou um “evento sísmico não usual” na Coreia do Norte, na zona onde o país realizou quatro testes atômicos no passado.

O organismo da ONU confirmava assim as informações da Coreia do Sul sobre a ocorrência de um terremoto de magnitude 5,3 na escala Richter na Coreia do Norte.

“A localização [do sismo] é muito similar ao evento que nosso sistema registrou em 12 de fevereiro de 2013. Nossa localização inicial estimada mostra que a ocorrência teve lugar na zona de testes nucleares da Coreia do Norte”, local onde o país anunciou ter realizado nesta sexta-feira seu quarto teste atômico desde 2006.

De acordo com a Coreia do Sul, o teste nuclear desta sexta liberou 10 quilotons de energia e é o mais potente entre os realizados pela Coreia do Norte. A bomba lançada pelos Estados Unidos sobre Hiroshima, no Japão, tinha uma potência de 10 quilotons.

A verdade é uma só, a Coreia do Norte é um país paupérrimo e governado por um ditadorzinho de quinta categoria. O que acontece é que ela tem todo apoio tecnológico, militar e financeiro da China. Faz fronteira com a China e é protegida por ela. Tocou na Coreia, tocou na China. Como a maior potencia militar do mundo e com a maior rede de espionagem mundial, assessorada até por alienígenas, não previram este teste.

Fonte: msn noticias e g1.globo.com

%d blogueiros gostam disto: