Wikileak abre baú de arquivos e Julian Assange pode estar em apuros.

Julian Assange criador do site Wikiliaks, abriu silenciosamente enormes quantidades de arquivos altamente secretos sobre todos os assuntos globais, desde militares dos EUA, o Kremlin, Israel, famílias reais, cientologia, sociedades secretas, corporações multinacionais  e até mesmo um arquivo zip chamado Steve Jobs HIV.

lista-de-documentos
Documentos liberados do site da Wikileaks.org

O acontecimento ocorreu neste ultimo dia (16) domingo após o governo do EUA pressionar o Equador a cortar o acesso à internet do fundador do Wikileaks, temendo o mesmo divulgar documentos que mudaria o destino das eleições dos EUA.

chave4

O Twitter oficial do WikiLeaks descarregou o que muitos temiam, o botão “chaves de homem-morto” em uma curta série de tweets. Os caracteres são as chaves que expõe os documentos de uma forma automática ou um plano de ação, para os envolvidos diretamente a Assenge.

chave1No passado a Wikiliaks criou o “botão do homem morto”, para desencorajar a prisão e ou assassinato de Assenge, caso aconteça o pior, seria liberados todos os arquivos secretos ainda não expostos ao público. Wikileaks não entrou em detalhe sobre o paradeiro de Assenge.

Estranhamente comentam que numa demonstração de humor negro, todos os arquivos e pastas tiveram a data 01.01.1984 carimbada neles, como o leitor pode verificar, porém acho que seria outra coisa, uma indireta ou uma pista do que esta prestes a acontecer, se o leitor pesquisar na internet atravez da data aparecera com resultado um livro.

Livro 1984 de George Orwell, segue um breve resumo

No mais famoso romance de George Orwell.  a transformação da realidade é o tema principal de 1984. Disfarçada de democracia, a Oceania vive um totalitarismo desde que o Partido chegou ao poder sob a batuta do onipresente Grande Irmão (BigBrother). Narrado em terceira pessoa, o livro conta a história de Winston Smith, membro do partido externo, funcionário do Ministério da Verdade. A função de Winston é reescrever e alterar dados de acordo com o interesse do Partido. Nada muito diferente de um jornalista ou um historiador. Winston questiona a opressão que o Partido exercia nos cidadãos. Se alguém pensasse diferente, cometia crimidéia (crime de idéia em novilíngua) e fatalmente seria capturado pela Polícia do Pensamento e era vaporizado, desaparecia.

Mas não seria somente isso, o livro fala de uma tecnologia, a redução do indivíduo em peça para servir ao estado ou ao mercado através do controle total, incluindo o pensamento. Winstom Smith representa o cidadão-comum vigiado pelas teletelas.

Caro leitor não seria muita coincidência, convido aos leitores verificar dois de nossos posts e tirar suas próprias conclusões.

https://www.fimdostempos.net.br/2015/11/30/estamos-sendo-vigiados/ 

https://www.fimdostempos.net.br/2016/08/10/mark-zuckerberg-james-comey-e-edward-snowden-avisam/

Fontes: Wikiliakesduplipensar.net, mirrorspectrum.com e libertynews.com

%d blogueiros gostam disto: